Ministério da Cultura, Britânia e Philco apresentam:

Notícias

23/08/18

Programa dos concertos de abertura e encerramento

Logo na noite de abertura do I Pianíssimo – Todos os Pianos do Mundo, que se realiza de 19 a 23 de setembro, em Joinville, os apreciadores do instrumento terão a oportunidade de assistir ao concerto do primeiro brasileiro a vencer o Grande Prêmio do Concurso Internacional Clara Haskil, na Suíça, em 2013, façanha que o lançou em uma sólida carreira global. Cristian Budu apresenta, no Teatro Juarez Machado, um concerto com obras de três compositores: Villa-Lobos, com Impressões Seresteiras; Schumann, com Kreisleriana op. 16, e Chopin, com os 24 Prelúdios. Já a ucraniana Valentina Lisitsa, considerada a primeira estrela da música clássica do YouTube, onde soma mais de 440 mil seguidores e 170 milhões de visualizações, encerra o “`Pianíssimo” (no dia 23) com Beethoven (Sonata ao Luar), Mussorgsky (Quadros de uma Exposição) e Tchaikovsky (Grand Sonata em Sol Maior, op. 37, e Seleção de “O Quebra-Nozes”).

No final de julho, Valentina esteve em São Paulo, para concertos com piano e orquestra. Aos 45 anos, solista requisitada por importantes orquestras pelo mundo, ela afirmou em entrevistas à imprensa paulista que o grande desafio do pianista é emocionar: “Como despertar uma lágrima em quem ouve? É uma tarefa formidável. Quando toco, quero levar o público a uma jornada espiritual, fazê-lo ficar em silêncio, meditar, criar um momento em que o tempo para e você absorve a música com o seu coração, não com o cérebro ou com os olhos”.

A pianista iniciou a educação musical na cidade de Kiev, na Escola de Música Lysenko, para crianças altamente talentosas. Em 1992, emigrou para os Estados Unidos. Inquieta e inserida no mundo digital, apostou na internet para ampliar seu público. Deu certo: veiculou seu primeiro vídeo no YouTube em 2007, com uma gravação de Étude Opus 39/6, de Rachmaninoff, e desde então multiplica seguidores nas plataformas online. Já tocou ao lado de orquestras como a Filarmônica de Rotterdam, a Sinfônica Brasileira, a Sinfônica de Chicago, a WDR SO Colônia, a Filarmônica de Seul e a Sinfônica de São Francisco. Atuou com regentes como Manfred Honeck, Yannick Nézét-Séguin e Jukka-Pekka Saraste. Recital no prestigiado Royal Albert Hall, de Londres, perante uma plateia de 8 mil pessoas, em junho de 2012, selou seu reconhecimento internacional. Foi o primeiro concerto com transmissão em tempo real mundial pelo Google.

Filho de romenos, nascido em Diadema (SP), o jovem Cristian Budu, aos 30 anos, é considerado um dos expoentes de sua geração. Dotado de musicalidade genuína e de uma calorosa força de comunicação, Cristian alcançou os primeiros lugares em diversos concursos nacionais, como o Concurso Nelson Freire e o Programa Prelúdio da TV Cultura, até a oportunidade de participar do Concurso Clara Haskil, na Suíça – segundo críticos, o maior feito de um pianista brasileiro nas últimas três décadas.

Já foi convidado a se apresentar nos festivais J. S. Bach na Suíça, na série “Rising Stars”, do Festival Frankische Musiktage, na Alemanha, no Festival da Radio France, no Festival de Delft, na Holanda, no Rockport Music Festival, nos Estados Unidos, entre outros. Reconhecido também por sua sensibilidade camerística, dividiu o palco com artistas como Christian Poltera, Jennifer Stumm, Rick Stotijn, Alexandra Soumm, Giovanni Gnocchi, Joseph Conyers e Semion Gavrikov, spalla dos segundos violinos da Orquestra Filarmônica de Israel. Cristian hoje desenvolve um duo com a violinista suíça Esther Hoppe, vencedora do Concurso Internacional Mozart e que leciona no Mozarteum, em Salzburg. 

No Brasil, é criador do projeto Pianosofia (www.pianosofia.com), que traz música clássica para a casa das pessoas por parte de uma comunidade de músicos que frequentemente se encontram, ensaiam e cultivam o genuíno amor pela música. O projeto valoriza formações de câmara com piano, na intenção de “acordar” os pianos que estão “mudos” nas casas das pessoas, e logo de início ganhou o importante apoio da Sociedade Cultura Artística. O Pianosofia prevê a expansão da comunidade por parte do público, sendo que todos os intgrantes são conhecidos pessoalmente em saraus que podem ser requeridos pelo próprio site.

Voltar
Patrocínio Master
Patrocínio
Apoio Cultural
Apoio
Apoio Institucional
Apoio em Serviços
Produção e Realização
Planejamento Cultural


Copyright © 2018 • Pianíssimo - Todos os Pianos do Mundo • Direitos Reservados